sábado, 7 de agosto de 2010

Licença por favor



Eu preciso ficar sozinha, preciso pensar e repensar em tudo, rever tudo, inclusive os meus conceitos.
Preciso me encontrar, não tenho conseguido nos últimos dias, talvez meses.
Preciso de um tempo só meu.
Não adianta tentar ajudar agora, nem sei se alguém vai conseguir ajudar, porque sempre faço tudo do meu jeito, por mais que me dêem conselhos, raramente eu vou seguir.
E agora, agora só eu posso me ajudar, preciso ficar só, é só isso.
Não gosto de contar, guardo tudo, conto um pouco, mas o principal sempre fica guardado. Talvez seja isso, talvez eu precise desabafar, mas agora não dá.
Eu acho que nem sei desabafar, as vezes até estou disposta a contar tudo, mas chega na hora e esqueço a metade, quase sempre o principal.
Ultimamente não tenho conseguido nem escutar, perco a paciência, ando irritada, triste. Não consigo escutar nem as minhas amigas. Sempre escuto, mas não consigo dizer muito.
Por isso eu digo que preciso ficar só, por isso peço pra ficar só, por isso evito.
Por isso eu peço encarecidamente,

- Licença por favor!


Nenhum comentário: